Notícias Opiniões Segurança Moto Clubes Pilotos Eventos Desporto Esc. Condução IPO Área Reservada 
Wed, 27 Oct 2021
Entrada
Atrelados
Automóveis
Bicicletas
Motos
Viaturas Usadas
Emprego
Campeonato Open Velocidade
 
 
Reigoto e Carreira repartem vitórias nas Stocksport 1000

Rui Reigoto, na primeira corrida, e Luís Carreira, na segunda, foram os vencedores da segunda jornada do motociclismo de velocidade nacional que teve lugar em Braga, em mais uma organização do Clube Automóvel do Minho.

Mais a segunda que a primeira corrida, da classe rainha do motociclismo nacional, foram emocionantes de seguir, com o tempo a pregar algumas partidas, pois chegou a chover durante a primeira prova.

Rui Reigoto levou a melhor na primeira corrida da Categoria Stocksport 1000, depois de liderar da primeira à última volta. O piloto da Kawazaki, arrancou em terceiro na grelha, mas no final da recta da meta já estava em primeiro, tendo logo atrás de si Luís Carreira e José Leite. Este grupo seguiu sempre junto ao longo da corrida, com Carreira a tentar o tudo por tudo para chegar à liderança, o que sucedeu por instantes. Contudo, Reigoto voltou ao comando e venceu com apenas 0,168s de vantagem, enquanto Leite, que partiu da “pole-position”, teve que se contentar com o terceiro posto.

Na segunda corrida, Reigoto voltou a arrancar bem e passar para a liderança, sendo de novo seguido por Carreira e Leite. Com seis voltas decorridas, Reigoto perde um pouco de terreno à entrada da recta da meta e é ultrapassado por Carreira. A liderança deste apenas dura três voltas, pois o seu principal adversário volta ao comando. Contudo, mais duas voltas cumpridas e Reigoto é vitima de uma queda, perdendo algum tempo que o atirou para quinto. Carreira conseguiu, entretanto, ganhar alguma distância em relação a José Leite, e vence a corrida. Rui Reigoto ainda foi a tempo de ser terceiro, depois de António Anjos ter caído na última volta. Antes Tiago Dias, que rodava na terceira posição, também foi vitima de uma queda.

Na corrida mais emocionante da tarde, Sérgio Batista arrancou a vitória na Categoria Stocksport 600 por apenas 0,015s, espelhando bem a luta travada com André Carvalho ao longo das 22 voltas. A liderança mudou de mãos cinco vezes entre estes dois pilotos, mas no final foi o famalicense a levar a melhor. Tiago Magalhães, terceiro classificado, foi outro dos que rodou sempre no grupo da frente e ficou a apenas 0,617s do vencedor. Nuno Cachada e Jorge Barreiro fecharam a lista dos cinco primeiros.

Tiago Araújo foi o primeiro a ver a bandeira de xadrez na corrida do Troféu Promomoto nas classes de 1000cc e 600cc. Quando tudo fazia prever uma boa luta entre o vencedor e Paulo Santos, que comandou nas primeiras três voltas, este caiu na décima, quando na altura tinha baixado para segundo. Araújo, viu-se então folgado na liderança e venceu destacado. Eusébio Nogueira concluiu a corrida no segundo posto, com uma boa margem para o terceiro classificado, - Jorge Manuel Paulo -, que ascendeu a esta posição a três voltas do final por troca com Jorge Silva. Entre as 600cc, o vencedor foi Nuno Nogueira, décimo da geral, seguido por Diogo José e José Gago Gaspar.

Hélder Bessa venceu de forma folgada a corrida destinada ao Campeonato 85cc, onde estão também os interessados no Troféu 85 e a Copa Cool. Arrancando da segunda posição, colocou-se na dianteira logo na primeira volta e conseguiu depois gerir à corrida à sua vontade. Para a segunda posição, houve muita luta entre Romeu Leite e Fábio Lopes, com este a conseguir esse lugar no final após algumas trocas de posições ao longo da prova. Ivo Duarte e Ruben Nogueira fecharam a lista dos cinco primeiros. Em termos de Categorias, Bessa venceu a Open, Lopes a Júnior e Francisco Cobillon, a Copa Cool.

Em corrida disputada no final da tarde de sábado, Osvaldo Garcia levou a melhor no Troféu Nacional de Motas Clássicas. Depois de arrancar da primeira posição, o piloto conseguiu nas primeiras voltas alguma vantagem. Porém, na parte final, o espanhol Angel Buitrago recuperou terreno e passou mesmo para a liderança a três voltas do final. Só que o piloto português desferiu um último ataque na última volta e voltou ao comando para vencer. António Machado ficou com a terceira posição, ele que arrancou em segundo, perdendo mais tarde algumas posições, fixando-se depois no derradeiro lugar do pódio. Entre as classes, na C3, Garcia foi o vencedor, enquanto Buitrago levou a melhor na C1. Joaquim Boavida, sexto da geral, foi o melhor na C2.

Por último, no Campeonato Galego de Sport Produção, Martin Novoa, que partiu da terceira posição foi o vencedor, depois de liderar da primeira à última volta. No início ainda teve alguma pressão, mas começou a distanciar-se dos seus adversários. O segundo lugar foi para Marcos Nuñez, que fez uma boa recuperação, vindo do nono lugar, terminando na frente de Miguel Gonzalez, que também ganhou lugares, pois arrancou em sétimo.

Clube Automóvel do Minho, 2009-05-24
 
Pesquisar
Galerias
Freestyle Motocross Cidade Lisboa 2005
Várias Galerias
Lisboa Down Town 2005
Tiago Monteiro
PT Rally de Portugal
Lisboa Down Town
Dakar 2005
Trial Indoor 2005

W e b - d e s i g n


  A informação disponibilizada é de carácter informativo. Não tem a pretensão de ser exaustiva nem completa.
Não nos responsabilizamos por qualquer tipo de incorrecção, embora tenhamos a preocupação de ter a informação o mais correcta possível.